Domine o inglês americano – consoantes problemáticas

Domine o inglês americano – consoantes problemáticas

02/10/2018 0 Por Alexandre Emerson

Neste post continuaremos a saga dos sons das consoantes, e tenho certeza que irá ajudá-lo a corrigir os erros consonantais mais comuns que os falantes não nativos de inglês cometem, ou seja NÓS! 😉. Em alguns casos, a pronúncia desses sons é exclusiva do inglês americano; em outros casos, a pronúncia correta pode ser difícil para um falante não nativo se esse som particular não existir em sua língua nativa. lembre que temos um post com o som das vogais também.

OS VÁRIOS SONS DO T NO INGLÊS AMERICANO

A happy person is not a person in a certain set of circumstances,
but rather a person with a certain set of attitudes.
Hugh Downs

Vamos começar com uma das consoantes mais distintamente americana, a letra “t”. O “t” pode ser pronunciado de várias maneiras diferentes, dependendo de sua posição em uma palavra e dependendo dos outros sons que o rodeiam. Às vezes o “t” soa mais como um d (como em WATER e no ATOM), e às vezes não se pronuncia em absoluto (como em OFTEN e INTERVIEW), outras vezes mal pronunciado como em BUT e CAT. Além disso, pode mudar para um som diferente quando é seguido por um som de “r”, como em TRY ou TRUE.

Também temos uma vertente conhecida como “HELD “T”, mas antes, vamos praticar a fala do som /t/ para que você tenha uma ideia de onde está a boca.  Repita dizendo o t: “ttttt”. Você vai notar que a pontada sua língua toca e libera a parte superior da sua boca, logo atrás dos seus dentes da frente. Tente novamente: “ttttt”. Isso é o que chamamos de t totalmente pronunciado. A língua toca e solta. Agora diga as duas palavras seguintes que terminam com um t: CAT, RIGHT.

A letra “t” geralmente é mantida no final das palavras e antes das consoantes dentro das palavras. Este “held t”é muito comum no inglês americano. Usá-lo irá ajudá-lo a soar mais como um falante nativo. Falantes nativos quase sempre tendem a liberar o “t” ao falar Inglês. (Nota: Às vezes você vai ouvir os americanos lançarem o t no final. Se eles fizerem isso, geralmente é no final de uma frase ou uma sentença, ou para ênfase especial de uma palavra.) Por exemplo: “That’s great!” ou “It’s so hot”! Não há regra absoluta sobre manter sempre o t, mas tenha em mente que sempre que soltar o “t” ao final de cada palavra, soará como um sotaque estrangeiro.

WORDS FOR PRACTICE

1. Cut
2. Robert
3. State
4. Out
5. Present
6. Budget
7. List
8. Absent
9. Met

WORD CONTRAST FOR PRACTICE

For the second word of each pair, the final “held t” interrupts and shortens the preceding consonant.

no t                       t             

  1. can                    can’t
  2. fall                     fault
  3. star                    start
  4. men                   meant
  5. fell                     felt
  6. car                     cart

HELD T + CONSONANT

A. Always hold the final t when the next word begins with a consonant.

  1. it was
  2. might do
  3. can’t go
  4. at work
  5. didn’t like
  6. won’t need
  7. eight weeks
  8. budget cut

B. Always hold the t when the next letter within the same word is a consonant.

  1. Football
  2. Outside
  3. Lately
  4. Nightmare
  5. Atmosphere
  6. Atlas
  7. Atlanta
  8. Butler

PRATIQUE EM FRASES

  1. I might not do that.
  2. It’s not that great.
  3. He built that website last night.
  4. It felt quite hot in Vermont.
  5. What?! That can’t be right!
  6. Matt went out for a bite to eat.
  7. That apartment felt quite hot.
  8. If you eat out every night you’ll get fat

NOTA: Você disse CAN ou CAN’T?
O T mudo é uma das razões pelas quais você pode ter dificuldade em ouvir a diferença entre as palavras “CAN” e “CAN’T”. Ouça o “t” para “CAN’T”. A vogal na palavra “can’t” geralmente é mais longa porque os auxiliares negativos estão estressados mais do que auxiliares afirmativos dentro de sentenças.

É isso pessoal, com esse post vamos saindo das consoantes e em breve exercícios sobre o tema. até a próxima!

Anúncios