SAT – Conheça o ENEM americano

SAT – Conheça o ENEM americano

05/10/2018 1 Por Alexandre Emerson
Spread the love

SAT – Conheça o ENEM americano. ENEM e SAT são iguais? O SAT (sigla para Scholastic Aptitude Test ou Scholastic Assessment Test) é O enem americano. O SAT é um exame educacional padronizado nos Estados Unidos aplicado a estudantes do ensino médio. Essa prova serve de critério para admissão nas universidades norte-americanas. O SAT é semelhante ao ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio brasileiro, embora as universidades não se baseiem somente nas notas dos alunos para aprová-los.

Como chutar no ENEM e se dar bem na TRI?

Em primeiro lugar, o exame foi introduzido em 1926, é aplicado sete vezes ao ano, em outubro, novembro, dezembro, janeiro, março (ou abril), maio e junho.

Em segundo lugar, o teste é aberto para estudantes de outros países caso estejam interessados em ingressar em uma das universidades que aceita os resultados do SAT.

Em terceiro lugar, em algumas regiões do país (especialmente no meio leste e oeste), algumas universidades preferem adotar os resultados de um outro exame, o ACT, que possui critérios de avaliação diferentes.

Afinal, o SAT mudou em 2016 e nosso ENEM foi copiado dele em boa parte, abaixo temos uma tabela comparativa entre as duas edições.

Como calcular a nota do ENEM?

Certamente chamo atenção para a duração da prova e o tempo dedicado a resolução de cada item. Estamos acostumados a passar para os alunos cerca de 3min para cada item, o que já deixa-os estressados, imagina segundos para cada resposta?

O SAT foi redesenhado em 2016, sendo essas as principais modificações:

1. PONTUAÇÃO APENAS COM AS CORRETAS
Antes o aluno era penalizado por respostas erradas. Perdendo um quarto de sua pontuação por cada erro. Nessa nova versão o número total de acertos é computado e o aplicante não perde pontos com as erradas.

2. QUATRO ITENS AO INVÉS DE CINCO
Os itens foram reduzidos de A a E, para A até D. O college board afirma que dessa forma aumentam as chances de acerto entre 20 a 25%.

3.VOCABULÁRIO ACADÊMICO
O SAT aboliu os exercícios para completar espaços com vocabulário ou identificar palavras.

Na nova versão, o aplicante deve ler e analisar o discurso em prosa dentro de contextos acadêmicos que envolvam artes e ciências, o vocabulário será usado como clareador da ideia dentro dos contextos.

SAT – Conheça o ENEM americano

4. RETORNO DA ESCALA 400 – 1600

Ademais a escala de pontuação foi acrescentada e agora tem no Writing (200 a 800 pontos) e em Matemática (200 a 800 pontos), entretanto a redação não é mais obrigatória.

5. REDAÇÃO OPCIONAL COM UMA NOVA PROPOSTA.

Aliás, no novo SAT, você tem a opção de fazer a redação, no qual você recebe 50 minutos tendo que ler e analisar um texto argumentativo que examina uma ideia, debate, com um tema em artes, ciências, cultura ou política.

Posteriormente a essa leitura, você propõe uma análise escrita clara e convincente na qual [você] explica com o o seu ponto de vista a problemática daquela situação, constrói um argumento para persuadir uma audiência através do uso de evidência, raciocínio, [e] estilística usando também de elementos persuasivos.

Eventualmente muitas faculdades exigirão que você suba sua pontuação do SAT fazendo a Redação.

Mas se você está pensando em se candidatar a qualquer um destas instituições, você deve escolher a opção de SAT com REDAÇÃO.

Então antes de se submeter ao SAT Verifique a faculdade e suas políticas no tocante ao SAT/ Redação.

6. MAIS QUESTÕES AVANÇADAS DE MATEMÁTICA DO ENEM AMERICANO

Analogamente na nova versão, estarão inclusas novas questões em trigonometria e álgebra do segundo ano, usando números complexos em trigonometria, e analises de polinômios.

7. SESSÕES COM CALCULADORA E SEM CALCULADORA

Enquanto em matemática existirão duas sessões, uma para uso de calculadora e outra para não usar a calculadora. A sessão sem calculadora é para avaliar sua fluência em álgebra e aritmética, e em resolver problemas matemáticos.

8. ANÁLISE DE GRÁFICOS E TABELAS

Contudo algumas das passagens da prova vão requerer a habilidade do aluno em ler gráficos, diagramas ou tabelas, interpretando-as e sintetizando seu contexto.

9. NOVA TABELA DE DADOS

Todavia a banca produzirá 16 diferentes tipos de notas. “test-scores”, “cross-test scores” e “subscores” todos servirão como um espelho de correção.

SAT – Conheça o ENEM americano

O ENEM americano SE DIVIDE EM:

PARTE 1 – INTERPRETAÇÃO
Interpretar, analisar e criar inferências de textos de nível universitário em todas as áreas das artes e ciências, tais como argumentos, narrativas ou ensaios expositivos. Interpretar e desenhar inferências a partir de dados nos gráficos, tabelas e diagramas que acompanham os textos.

PARTE 2 – ESCRITA E LINGUAGEM (INTERPRETAÇÃO)
Analisar sentenças e parágrafos em termos de suas correções gramaticais e coerência semântica.

Analisar ensaios em termos do seu desenvolvimento geral competência, tom e eficácia.

PARTE 3 – MATEMÁTICA
Resolver problemas algébricos envolvendo equações, desigualdades, sistemas, fórmulas e funções. Resolução de problemas de análise de dados envolvendo conceitos como proporções, proporções, porcentagens, unidades e relações numéricas.

Resolvendo problemas em matemática avançada envolvendo conceitos como quadrática, polinômios, ângulos, polígonos, áreas, volumes, exponenciais, complexos números e trigonometria.

PARTE 4 – REDAÇÃO SAT (Opcional)
Escrever uma redação eficaz que analisa e critica uma dada passagem argumentativa.

Muitas empresas no mercado fazem preparatórios e tem livros preparatórios para o SAT assim como o ENEM.

Surpreendentemente outro fato interessante, é que o SAT é aplicado mais de uma vez por ano. O aplicante tem oportunidade de fazer todas as vezes até conseguir a nota para entrar na universidade.

Assim posso arriscar que o nosso ENEM, com a aprovação da BNCC do ensino médio chegará muito perto dessa versão do SAT modificada. Será apenas uma questão de tempo para nosso exame se aproximar das provas aplicadas em outros países. Todos esses exames tem como seu principal objetivo, ampliar a entrada na universidade.

LEIA TAMBÉM: DICAS PARA O TOEFL